sexta-feira, 31 de outubro de 2014

Halloween!

 Roxo e abóbora são as cores de Halloween porque essas são as cores "predominantes" na cultura tradicional, dos EUA, para os pioneiros, nessa época.

O Roxo vem da lembrança afetiva dos primeiros colonizadores, dos campos de lavanda europeus que tentaram reproduzir no novo lar suas, por suas memórias emocionais, na tentativa de fazer "d'América" um lugar mais próximo de suas infâncias.

Isso porque, de junho até setembro é a melhor época para a colheira de lavanda na Europa e isso faz o cheiro de lavanda lembrar, aos europeus de origem mais rural, ou seja, os imigrantes em maioria, de suas origens.

O abóbora vem dos campos de abóbora, que são vegetais nativos da América do Norte. Pra quem não sabe, abóbora é uma das coisas mais simples de cultivar! Quase como "mato", não requer grandes cuidados e "cresce" super rápido, parecendo mesmo "praga", pois toma conta de grandes extensões de terreno facilmente.

Nelas os imigrantes faziam a "Jack-o'-lantern" (do inglês Jack da Lanterna) que é "o apelido em língua inglesa dado a uma abóbora iluminada feita como enfeite para o Dia das Bruxas" (Wikipedia).

A lenda de Jack O'Lantern é de origem irlandesa. Mesma origem que grande parte dos imigrantes norte americanos... Por fim, o preto, que sempre aparece junto, é a a cor da magia e dos magos e bruxas, pois representa a força da noite. Juntando tudo, e mais a tradição de 31 de outubro ser o Dia das Bruxas, deu nisso, que nos acostumamos a ver nos filmes norte americanos, e que entrou para a nossa cultura pela influência cultura que os EUA sempre tiveram no Brasil, por meio exatamente do cinema.

Embora a tradição de halloween aqui tenha assumido um caráter mais festivo, de baladinhas, ideias trazidas pelos cursos de inglês nos anos 70 e 80 (Lá se vão mais de 40 anos!), sem muitas relações religiosas, como era para os pioneiros norte americanos, lá mesmo, nos EUA, a 'coisa' já não é mais tããããão relacionada assim com rituais religiosos...

Meio como nosso natal ter frutas europeias, em pleno verão brasileiro, saca? Por ai... hehe

Ai, uns bostinhas-sem-noção que, ao invés de buscar entender que CULTURA é uma coisa dinâmica e viva, e que muda (que bom!) com o tempo, além de mal informados, pois acreditam que haveria uma cultura única, "tipicamente brasileira", inventaram idiotices de "cultura tipicamente brasileira", e outros ainda tentam IMPOR, por lei (sim, a lei federal nº 2.762, de 2003, apensada ao projeto de lei federal nº 2.479, de 2003, elaborado pelo deputado federal Chico Alencar e pela vereadora de São José dos Campos Ângela Guadagnin, tá lá na Wikipedia!), com a ideia declarada de "resgatar figuras do folclore brasileiro, em contraposição ao 'Dia das Bruxas', ou Halloween, de tradição cultural celta", criar o 'Dia do Saci' no mesmo dia, em 31 de Outubro! 

Como se as "tradições brasileiras" não tivessem origem em tradições de outros países, misturadas às indígenas, misturadas... Santa Ignorância, batman! Minha bisa, de origem celta, por sinal, dizia que gente assim, sem noção: "Não tem remédio. Que peça a Deus que leve e o diabo que carregue!", hehehe 

Esse povinho que defende essas insanidades, comeu coco de colherinha, só pode! :-) 

Comemore seu Dia das Bruxas, seu Dia do Saci, suas tradições, de preto, roxo, laranja, verde, amarelo, enfim... comemore quais forem as suas, sem imposição de lei nenhuma, se isso fizer sentido prá você e os seus! 

Que se danem as leis idiotas e que se danem as imposições!

E viva a anarquia! hehe

Jurema Sampaio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os comentários são aprovados antes de serem publicados.