domingo, 20 de novembro de 2016

Dia da Consciência Negra

Nenhum comentário:
Fonte: https://www.facebook.com/negos.lindos
Você sabe porque é feriado em muitos lugares do Brasil, hoje, 20 de novembro, não sabe?

É o Dia da Consciência Negra e a data foi escolhida ser o dia do aniversário da morte de Zumbi dos Palmares, em 1695. É uma uma data para lembrar a resistência do negro à escravidão.

Com certeza é um tema importante, como várias outras efemérides com que temos de lidar no dia a dia na escola.
Vamos aproveitar e refletir sobre como a disciplina de arte pode trabalhar esse tema, mantendo as especificidades da arte?

Mais do que simplesmente tratar de "arte africana", que em si já é uma ideia preconceituosa, pois não existe uma única "África", para que esta expressão possa fazer sentido, como tratamos, em nossas aulas, da relação entre arte e racismo? Exite a possibilidade de haver 'arte negra' e 'arte branca', ou arte de qualquer outra 'cor'?

Mais além... A arte tem cor? A 'cor' de uma pessoa, ou grupo de pessoas, diferencia sua arte de outros 'tipos' de produção artística, de outras 'cores'? Como isso acontece?

Assista:







sábado, 19 de novembro de 2016

Dia da Bandeira

Nenhum comentário:
Hoje, 19 de novembro, é o Dia da Bandeira.

Desde o encerramento das aulas da disciplina de “Educação Moral e Cívica” (no ensino fundamental e médio) e OSPB (Organização Social e Política Brasileira), no ensino superior, as pessoas não sabem mais as datas cívicas brasileira.

Não sei bem se, com isso, defendo a "volta" dessas disciplinas, até porque eram carregadas de uma ideologia que não concordo, mas realmente acredito que deveria haver uma maior preocupação com a formação cívica das crianças.

Conhecer os símbolos nacionais de um povo faz parte da cultura deste povo, pois são esses símbolos que representam uma nação e sua gente. O Hino Nacional, as Armas Nacionais e Bandeira são nossa representação sonora e gráfica diante das outras nações, nos diferenciando dessas e nos destacando diante das demais.

No dia 19 de novembro, embora muita gente nem saiba, se comemora o Dia da Bandeira Brasileira. Projetada em 1889 por Raimundo Teixeira Mendes e por Miguel Lemos, a Bandeira Nacional foi desenhada por Décio Vilares, que se inspirou na bandeira do Império, que havia sido desenhada pelo pintor francês Jean Debret.

A Bandeira Brasileira, como conhecemos hoje em dia, foi instituída 4 dias depois da Proclamação da República (15 de novembro de 1889) e existem normas específicas para compor suas dimensões e proporções.

Ela deve ter o formato retangular, com um losango amarelo-ouro em cima de um fundo verde musgo. No centro fica o círculo azul celeste que é atravessado pela faixa branca com as palavras Ordem e Progresso, escritas em letras maiúsculas verde-musgo. Essa faixa é oblíqua e inclinada da esquerda para direita. No círculo azul estão 27 estrelas, que reproduzem o aspecto do céu, na cidade do Rio de janeiro, às 8 horas e 30 minutos do dia 15 de novembro de 1889, dia da Proclamação da República, incluindo várias constelações, como, por exemplo, o Cruzeiro do Sul. As estrelas representam simbolicamente os 26 Estados e o Distrito Federal. A única estrela que fica na parte superior do círculo representa o estado do Pará.

As quatro cores da Bandeira Nacional representam, simbolicamente, as famílias reais de que descende D.Pedro I, idealizador da Bandeira do Império. Com o passar do tempo esta informação foi sendo substituída por uma adaptação feita pelo povo brasileiro, assim, o verde passou a representar as matas, o amarelo as riquezas (ouro) do Brasil, o azul o seu céu e o branco a paz que deve reinar no Brasil.

A Bandeira Nacional deve ser hasteada de manhã e recolhida de tarde, e não pode ficar exposta à noite, a não ser que esteja bem iluminada. Seu hasteamento é obrigatório em órgãos públicos (escolas, ministérios, secretarias de governo, repartições públicas) em dias de festa ou de luto nacional. Nos prédios governamentais, em todos os níveis (municipal, estadual e federal) é hasteada em todos os dias e também deve ser exibida em situações em que o Brasil seja representado diante de outros países como, por exemplo, em congressos internacionais e encontros de governos.

Em 18 de junho de 1998, o Inmetro (http://www.inmetro.gov.br/consumidor/produtos/bandeira.asp ) concluiu a análise de conformidade em Bandeira do Brasil e constatou que pouquíssimas pessoas sabem, ao certo, as normas da legislação (Lei n.º 5.700, de 1º de setembro de 1971 – Símbolos Nacionais) de uso da nossa bandeira. De acordo com a lei vigente são consideradas “manifestações de desrespeito à Bandeira Nacional” e, portanto, proibidas:

  • apresentá-la em mau estado de conservação; 
  • mudar sua forma, suas cores, suas proporções ou acrescentar-lhe outras inscrições; 
  • usá-la como roupagem, pano de boca, guarnição de mesa, revestimento de tribuna, ou como cobertura de placas, retratos, painéis ou monumentos a inaugurar; 
  • reproduzi-la em rótulos ou invólucros de produtos expostos à venda.

Penso que o Ensino de Arte também deveria englobar o conhecimento das tradições, cultura e dados cívicos nacionais, não acham?

Um povo civilizado conhece e reverencia seus símbolos nacionais, além de se orgulhar deles.

terça-feira, 15 de novembro de 2016

Chamada de trabalhos

Nenhum comentário:


Convidamos todos os interessados a enviarem propostas de artigos para o e-mail paulo.esteireiro@gmail.com ou revista.artistica@gmail.com até ao dia 02 de dezembro de 2016.

A RPEA é Indexada e Referenciada pelas seguintes bases de dados internacionais de publicações periódicas científicas:

  • ERIH PLUS - European Reference Index for the Humanities and Social Sciences
  • Latindex - Sistema Regional de Informação para as Revistas Científicas de América Latina, Caribe, Espanha e Portugal
  • DOAJ - Directory of Open Access Journals


Saiba mais informações e consulte as normas de publicação em: http://www02.madeira-edu.pt/dre/educacao_artistica_multimedia/investigacao_edicoes/revista_ea.aspx

#Mais_Formação_de_Professores_de_Artes
#Mais_Arte_Educação_Por_Favor
#Mais_Arte_Por_Favor
#Mais_Cor_Por_Favor
#Revista_Digital_Art_e

terça-feira, 18 de outubro de 2016

Revista Digital e Magazine Luiza - Parceria de sucesso!

Nenhum comentário:
A Revista Digital Art& agora tem uma parceria com o Magazine Luiza, para vendas, em que o lucro se reverte para a manutenção da gratuidade de acessos ao site e a todo conteúdo da Art&.

A lojinha virtual da Art& pode ser conhecida e visitada em https://www.magazinevoce.com.br/magazinerevistarte/

A credibilidade e confiança em e-commerce do Magazine Luiza, com uma seleção de produtos especialmente preparada para os leitores da Art&!

Colabore, ao fazer suas compras, com a manutenção dessa iniciativa livre, aberta e gratuita de divulgação de conhecimento!

Você não gasta mais com isso, e ajuda a revista a existir!

Quer ver só? Esta boleira linda pode ser comprada diretamente AQUI!

E essa moringa indiana, muito charmosa, você pode comprar AQUI!

Corre! 
Tem coisinhas muito lindinhas na lojinha! :-D


#Mais_Formação_de_Professores_de_Artes
#Mais_Arte_Educação_Por_Favor
#Mais_Arte_Por_Favor
#Mais_Cor_Por_Favor
#Revista_Digital_Art_e

sábado, 15 de outubro de 2016

Presente para o Dia dos Professores!

Nenhum comentário:
Lista de filmes sobre Professores e Educação, do site Cinema Clássico.

Fonte: http://cinemaclassico.com

A Onda 
(Filme completo, dublado em português, 2008)
Em uma escola da Alemanha, alunos tem de escolher entre duas disciplinas eletivas, uma sobre anarquia e a outra sobre autocracia. O professor Rainer Wenger (Jürgen Vogel) é colocado para dar aulas sobre autocracia, mesmo sendo contra sua vontade. Após alguns minutos da primeira aula, ele decide, para exemplificar melhor aos alunos, formar um governo fascista dentro da sala de aula. Eles dão o nome de "A Onda" ao movimento, e escolhem um uniforme e até mesmo uma saudação. Só que o professor acaba perdendo o controle da situação, e os alunos começam a propagar "A Onda" pela cidade, tornando o projeto da escola um movimento real. Quando as coisas começam a ficar sérias e fanáticas demais, Wenger tenta acabar com "A Onda", mas aí já é tarde demais.

Anna e o Rei 
(Trailer, som original, 1999)
(Completo, som original - Inglês, 1999) 
(Legendado, versão de 1946)
Em 1860, a inglesa Anna Leonowens (Jodie Foster), viúva, viaja até o Sião para ser tutora dos 58 filhos do Rei Mongkut (Chow Yun-Fat). Divergências, choque de culturas e até o início de um romance marcam o relacionamento entre Anna e Mongkut.

Ao Mestre Com Carinho 
(Completo, dublado em português, 1967)
Um jovem professor enfrenta alunos indisciplinados e desordeiros, neste filme clássico que refletiu alguns dos problemas e medos dos adolescentes dos anos 60.

Encontrando Forrester 
(Trailer, som original, 2000)
Jamal Wallace (Robert Brown) é um jovem adolescente que ganha uma bolsa de estudos em uma escola de elite de Manhattan, devido ao seu desempenho nos testes de seu antigo colégio no Bronx e também por jogar muito bem basquete. Após uma aposta com seus amigos, ele conhece ele conhece William Forrester (Sean Connery), um talentoso e recluso escritor com quem desenvolve uma profunda amizade. Percebendo talento para a escrita em Jamal, Forrester procura incentivá-lo para seguir este caminho, mas termina recebendo de Jamal algumas boas lições de vida.

Entre os Muros da Escola 
(Legendado, som original, 2008)
François e os demais amigos professores se preparam para enfrentar mais um novo ano letivo. Tudo seria normal se a escola não estive em um bairro cheio de conflitos. Os mestres têm boas intenções e desejo para oferecer uma boa educação aos seus alunos, mas por causa das diferenças culturais - microcosmo da França contemporânea - esses jovens podem acabar com todo o entusiasmo. François quer surpreender os jovens ensinando o sentido da ética, mas eles não parecem dispostos a aceitar os métodos propostos.

Escritores da Liberdade 
(Completo, dublado em português, 2007)
O filme Escritores da Liberdade" (Freedom Writers, EUA, 2007), baseado em uma história real, aborda de maneira comovente os desafios da educação, em especial num contexto socioeconômico problemático. 

Escola de Rock
(Completo, dublado em português, 2003)
Dewey Finn (Jack Black) é um músico que acaba de ser demitido de sua banda. Cheio de dívidas para pagar e sem ter o que fazer, ele aceita dar aulas como professor substituto em uma escola particular de discilipla rígida. Logo Dewey se torna um exemplo para seus alunos, sendo que alguns deles se juntam ao professor para montar uma banda local, sem o conhecimento de seus pais.

Gênio Indomável
(Completo, dublado em português, 1997)
Em Boston, um jovem de 20 anos (Matt Damon) que já teve algumas passagens pela polícia e é servente de uma universidade, revela-se um gênio em matemática e, por determinação legal, precisa fazer terapia, mas nada funciona, pois ele debocha de todos os analistas, até se identificar com um deles.

Half Nelson - Encurralados
(Trailer, som original, 2006)
(Completo, som original - Inglês, 2006)
Numa escola do Brooklyn, Nova York, frequentada majoritariamente por alunos negros e latinos, o professor Dan Dunne (Ryan Gosling) ensina História e é técnico do time de basquete feminino. Dunne, que é viciado em drogas, deixa a disciplina de lado e se concentra em discutir filosofia e dialética com os estudantes. O filme centra-se em sua relação com Drew (Shareeka Epps), uma aluna de 13 anos frustrada com a vida que leva. Gosling recebeu uma indicação ao Oscar de melhor ator.

Larry Crowne - O Amor Está de Volta
(Trailer, som original, 2011)
Larry Crowne (Tom Hanks) trabalha há anos em uma loja, onde já foi escolhido por nove vezes como o funcionário do mês. Um dia, para sua surpresa, ele é demitido por não ter curso superior. Precisando recomeçar do zero, ele resolve se matricular na faculdade. Um dos cursos que realiza é o de oratório, ministrado por Mercedes Tainot (Julia Roberts), que está desanimada devido ao desinteresse dos alunos por sua matéria. A vida na faculdade faz com que Larry ganhe novos amigos, mude seu estilo de vida e se aproxime, cada vez mais, de Mercedes.

Madadayo
(Cena de abertura, som original, 1993)
O último filme de Akira Kurosawa conta a história das últimas décadas de vida de Hyakken Uchida, professor e escritor que se aposenta no início dos anos 40. Com saudades e reconhecendo o talento do professor, seus antigos alunos fazem constantes reuniões para matar as saudades do professor, em um ritual que o prepara para a morte, que pode estar mais perto a cada ano. Enquanto isso, a vida continua.

Maria Montessori - Uma Vida Dedicada as Crianças
(Legendado em espanhol, som original - Italiano, 2007)
O filme conta a emocionante história da primeira mulher italiana formada em uma faculdade de medicina e de suas lutas contra o fascismo italiano pela aceitação de seu método de ensino, abordando seus dramas pessoais devido ao filho ilegítimo e aos costumes da época.
A médica e professora Maria Montessori foi uma mulher à frente do seu tempo, que dedicou sua vida ao estudo e à pesquisa do mais fundamental e difícil problema do homem: a sua formação.

Mentes Perigosas
(Trailer, som original - Inglês, 1995)
Louanne Johnson é uma ex-militar que passa a ser professora em um colégio de afro-americanos, latinos e pessoas de uma comunidade pobre, quase todos rebeldes por natureza. 
Não conseguindo atenção de sua classe, ela passa a investir em métodos não-convencionais de ensino, como karatê, letras de Bob Dylan e acompanhamento pessoal.

Meu Mestre, Minha Vida
(Completo, dublado em português, 1989)
Arrogante e autoritário, o professor Joe Clark (Morgan Freeman) é convidado por seu amigo Frank Napier (Robert Guiullaume) a assumir o cargo de diretor na problemática escola em Paterson, New Jersey, de onde ele havia sido demitido. Com seus métodos nada ortodoxos, Joe se propõe a fazer uma verdadeira revolução no colégio marcado pelo consumo de drogas, disputas entre gangues e considerado o pior da região. Com isso, ele ao mesmo tempo coleciona admiradores e também muitos inimigos.

Nenhum a Menos
(Completo, legendado em português, som original - Chinês, 1999)
Quando o professor da escola primária de Shuiquan tem de se ausentar durante um mês, o presidente da pequena aldeia, Tian, apenas consegue encontrar uma adolescente de 13 anos, Wei Minzhi, para o substituir. O professor Gao adverte-a para que não permita que mais alunos abandonem a escola, garantindo-lhe o pagamento de 50 yuan e mais um pequeno extra se for bem sucedida. Minzhi, pouco mais velha que alguns dos seus alunos (do 1º ao 4º ano, na mesma classe), pouco mais pode fazer do que escrever texto no quadro e ensinar uma ou outra canção. Mal a jovem professora se estreia, uma pequena aluna é convidada a ingressar numa escola de desporto e, quase de imediato, Huike, um dos miúdos mais difíceis de controlar nas aulas, é obrigado a ir trabalhar para a cidade, pois vive só com a mãe, que está doente e imersa em dívidas. Minzhi recusa-se a perder outro aluno.

O Clube do Imperador
(Completo, dublado em português, 2002)
William Hundert (Kevin Kline) é um professor da St. Benedict's, uma escola preparatória para rapazes muito exclusiva que recebe como alunos a nata da sociedade americana. Lá Hundert dá lições de moral para serem aprendidas, através do estudo de filósofos gregos e romanos. Sua vida muda totalmente qando recebe um novo aluno na escola.

Preciosa - Uma História de Esperança
(Completo, dublado em português, 2009)
Claireece “Preciosa” Jones (Gabourey Sidibe) é uma adolescente de 16 anos que sofre uma série de privações durante sua juventude. Abusada pela mãe, violentada pelo pai e grávida de seu segundo filho, é convidada a frequentar uma escola alternativa, na qual vê a esperança de conseguir dar um novo rumo à sua vida.

Pro Dia Nascer Feliz
(Documentário, Brasil, 2006)
As adversas situações que o adolescente brasileiro enfrenta dentro da escola. Meninos e meninos, ricos e pobres em situações que revelam precariedade, preconceito, violência e esperança. Em três estados brasileiros, em classes sociais distintas, adolescentes falam da vida na escola, seus projetos e inquietações numa fase crucial de sua formação. Professores também expõem seu cotidiano profissional, ajudando a pintar um quadro complexo das desigualdades e da violência no país a partir da realidade escolar.

Ser e Ter
(Legendado em português, som original - Francês, 2002)
O documentário acompanha os estudantes de uma escola rural da França, do jardim da infância até o último ano do primário, dos quatro aos 11 anos. O período mostra as crianças em pleno processo de formação do conhecimento e da identidade pessoal, acompanhando-as em sua transição do universo familiar para um ambiente no qual é levado em conta sua individualidade sem pressupostos.

Sociedade dos Poetas Mortos
(Completo, dublado em português, 1989)
Conta a história de um professor de poesia nada ortodoxo, de nome John Keating, em uma escola preparatória para jovens, a Academia Welton, na qual predominavam valores tradicionais e conservadores. Esses valores traduziam-se em quatro grandes pilares: tradição, honra, disciplina e excelência.

Uma Mente Brilhante
(Completo, dublado em português, 2001)
Baseado no livro A Beautiful Mind: A Biography of John Forbes Nash Jr., de Sylvia Nasar. O filme conta a história real de John Nash que, aos 21 anos, formulou um teorema que provou sua genialidade. Brilhante, Nash chegou a ganhar o Prêmio Nobel. Diagnosticado como esquizofrênico pelos médicos, Nash enfrentou batalhas em sua vida pessoal, lutando até o fim de sua vida.

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Seminário Internacional de Pesquisadores em Design 2016/2

Nenhum comentário:

Seminário sobre Educação Patrimonial na Universidade Anhembi Morumbi dia 14 de setembro as 17 horas Av Roque Petroni Jr., 630, sala 157.

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Palestra gratuita

Nenhum comentário:

No Rio de Janeiro, palestra gratuita sobre como usar arte na educação, com Hannah Kaihovirta, PhD, da Finlândia.

Dia 19 de agosto, as 13.00.

Mais informações no link: https://www.facebook.com.

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

domingo, 24 de julho de 2016

Revista Digital Art& - Número 17

Nenhum comentário:


O número 17 da Revista Digital Art& está chegando, nas férias de julho de 2016, aproveitando o tempo de "folga" que as férias trazem, para apresentar uma coleção de textos muito interessante.

É um número especial, todo dedicado à temática da mediação.

A organização deste número especial coube ao prof. Sidiney Peterson, Doutorando do Instituto de Artes da UNESP - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita - na Área de Concentração de Arte e Educação; Linha de Pesquisa de Processos Artísticos, Experiências Educacionais e Mediação Cultural.

Sidiney Peterson teve uma iniciativa linda, de propor o número temático, e fez um trabalho riquíssimo, primoroso! Organizou uma coleção de textos assinados por autores contemporâneos, pesquisadores com comprovada experiência no campo da Mediação Cultural, fazendo assim, desse dossiê, um exemplar riquíssimo para os professores de arte, pesquisadores da temática e estudiosos em geral.

Este número 17 vem marcar, mais uma vez, nossa "insistência em existir", apesar de todas as dificuldadesde, e em sermos uma revista independente e livre, com uma "EUquipe", como eu já disse antes, que é mantida integralmente por trabalho voluntário e sem apoio financeiro algum, tendo como única fonte de recursos as vendas dos produtos das lojinhas virtuais.

Revista Digital Art& resiste e se mantém assim, desde 2003, como uma publicação dedicada à temática do Ensino de Arte, que é uma área tão importante e, infelizmente, tão desprezada.

Nossos agradecimentos e nossos parabéns ao Prof. Sidiney Peterson!

Textos de Ana Mae Barbosa, Sidiney Peterson, Ricard Huerta, Valéria Alencar, Julia Rocha Pinto, Mirian Celeste Martins, Rita Demarchi, Camila Lia, Priscila Leonel e Maria Juliana de Sá Oliveira.

Os próximos números estão sendo encaminhados e logo teremos mais novidades.

Quem desejar, como o Prof. Sidiney, organizar um número temático, por favor, entre em contato. Será um prazer dialogar!

Contamos, sempre, com todos vocês, Professores de Arte! Vida longa à Revista Digital Art&!

Profa. Dra. Jurema Sampaio 
Editora Chefe  
ISSN 1806-2962

LINK DIRETO PARA O NÚMERO 17: http://www.revista.art.br/site-numero-17/index.htm