sábado, 11 de junho de 2011

PROAAESP - Transmissão ao vivo


Evento em prol da Associação dos Arte/Educadores do Estado de São Paulo. Sabado, 11 de junho de 2011, 9h00. Transmissão ao vivo. Usar os comentários para registrar participações/manifestações.

29 comentários:

  1. Não sei se há alguémmonitorando oblog da PROAAESP (http://proaaesp.wordpress.com) neste momento, para as interações, mas aqui na revista estamos ativos, ok?

    ResponderExcluir
  2. Eu continuo defendendo a postura de que, enquanto não caminharmos no sentido de nos tornarmos um CONSELHO de arte/educadores, com as devidas formalidades exigidas, não conseguiremos representação significativa enquanto categoria de profissionais.

    Vejo a criação do conselho como sendo o caminho para a existência jurídica efetiva e adequada em termos de representatividade legal.

    Beijinho,
    Ju

    ResponderExcluir
  3. Acredito na Arte,sim, como forá mobilizadora em si mesma, porém, vivemos em sociedade e devemos nos organizar de acordo com as "regras" dessa sociedade e, desta forma, entrar em sua dinâmica para conseguir representatividade e consequente respeito.

    A postura política não precisa ser somente partidária,mas enquanto não se insere nos sistemas dificilmente conseguem-se resultados, inclusive de transformações.

    Beijinho,
    Ju

    ResponderExcluir
  4. Exatamente, Dália! É de DENTRO que se promovem as mudanças, as reflexões necessárias. Mas é necessário estar inserido para haver o diálogo.

    ResponderExcluir
  5. Chris,

    Riscos há em todas as ações, né? A inserção se faz pela representatividade e força política para transitar entre as instituições buscando resultados,advindo de reflexões, sim, mas de ações institucionalmente representadas e apoiadas.

    Beijinho,
    Ju

    ResponderExcluir
  6. Não vejo como ser, agora, uma questão de ações de indivíduos, mas sim de categoria... As ações individuais,embora sejam a base, com certeza, representatividade de categoria têm pouco reflexo no contexto mais amplo, social, de propor posicionamentos e respeito aos profissionais e à área de conhecimento.

    ResponderExcluir
  7. Pio, querido, a dificuldade do aluno é reflexo das dificuldades gerais da categoria, né?

    ResponderExcluir
  8. Tenho a impressão que sou a única pessoa conectada... :-(

    ResponderExcluir
  9. Olá pessoal da AAESP, estou muito feliz de ver a movimentação em SP, estamos aqui na AEBA nos organizando para uma reunião estadual em agosto.

    ResponderExcluir
  10. Perfeito, Cris! Síntese ótima da minha quase doentia prolixia! :-D

    ResponderExcluir
  11. CONSELHO não são núcleos! Conselho é organização formal de categoria, não "mais um" núcleo...

    ResponderExcluir
  12. Não temos nem organização de categoria, como podemos sequer imaginar uma identidade? Conselho não é mais um grupinho, é TODA A CATEGORIA de profissionais daquela área. Médicos têm conselhos e nenhum deles deixa de ser médico, pelo contrário...

    ResponderExcluir
  13. Sônia, todas essas questões existem em todas as categorias. A formação é uma coisa bem complexa mesmo, mas, se não há ORGANIZAÇÃO e representatividade, não se conseguem progressos nem nas reflexões... Né?

    ResponderExcluir
  14. Exato, Pio... A arte jáestá em cada um. Precisamos é de ORGANIZAÇÃO e REPRESENTATIVIDADE! Conselho NACIONAL de categoria! Nãomais grupinhos, núcleos ou similares, mas CONSELHO NACIONAL.

    ResponderExcluir
  15. Dália, concordo. Precisamos de identidade, sim, sua última fala foi bem neste sentido.

    ResponderExcluir
  16. Essa dinâmica de participação pela web é realmente interessante,né? ehhe Perfeita a associação, Acácio! Carvalhos. As apropriações variadas e livres interpretaçoes são delicadas mesmo, concordo.
    Não digo que não devemos discutir, pelo contrário, devemos discutir MUITO a identidade que queremos para podermos saber onde queremos chegar... porém sem nunca esquecer disso: quem queremos ser enquanto CATEGORIA. Essa representatividade é que precisamos construir, ou resgatar, não acha?

    ResponderExcluir
  17. Não dá prá ficar só na utopia do que queremos e,se não temos isso que queremos, não temos nada. Creio que énecessáriopensar no que queremos em relação ao que podemos conseguir AGORA, para que isso viabilise o que queremos ser DEPOIS, ou, além do agora...

    ResponderExcluir
  18. Concordo com a fala da professora (Não sei seu nome, sorry), por isso mesmo vejo que o formato de associação não atendemais essa necessidade e proponho o conselho, que, politicamente tem mais força.

    ResponderExcluir
  19. Bem lembrado, Acácio. Eu SEMPRE pertenci ao grupo interessado, muito embora tenha sido excluída desse grupo atual, sempre continuo interessada no tema.

    ResponderExcluir
  20. Eu penso que a gente, e todos os interessados, tem que se mostrar sim como umgrupo interessado nas questões da categoria, e, se houver representatividade futura, será reflexo de posicionamentos. Neste sentido meu posicionamento é claro pela efetivação de um conselho. E nãosó contar com a FAEB...

    ResponderExcluir
  21. Concordo com a multiplicidade de espaços, lembrando que SPnão se restringe somente à capital, ok?

    Portanto,imprescindível a transmissão web e mesmo pensar em encontros no interior. Consigo espaço em Campinas e Jundiaí...

    ResponderExcluir
  22. Em Santos também consigo espaço, se for desejável.

    ResponderExcluir
  23. Sim,existe organizaçãoem diversos estados. Minas, Rio, Bahia, Pará, a AMARTE, no nordeste com diversos núcleos. A proposta de um conselho seria inclusive orientada à representatividade nacional, organizandoa categoria nacionalmente.

    ResponderExcluir
  24. Acácio,eu SMEPRE estou disponível para a ajuda em relação a questões web. A Revista Art& está disponível (domínio inclusive pago e provedor idem), podem sempre contar.

    ResponderExcluir
  25. Minhas considerações finais são positivíssimas! É ótimo haver a possibilidade do diálogo sempre! Parabéns para todos!
    Também assumimos compromisso participando a distância! :-D

    Beijinho,
    Ju

    ResponderExcluir
  26. A gente não vai nãoé porque nãoquer, Acacio... As vezes a gente NÃO PODE ir...

    beijinhos em todos!
    Ju

    ResponderExcluir

Os comentários são aprovados antes de serem publicados.